Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

TRADUÇÃO

sexta-feira, 31 de julho de 2015


Imagem 193/194: 31.jul.2015 - O deserto de Atacama, localizado no norte do Chile, é o local mais seco da Terra, apesar de estar bem ao lado do oceano Pacífico. Em média, apenas alguns milímetros de chuva atingem a paisagem árida anualmente. A fria Corrente de Humboldt mantém a umidade da costa norte até ao oeste, enquanto a Cordilheira dos Andes bloqueia a precipitação a partir do leste. A imagem feita pelo telescópio Proba-V da ESA (Agência Espacial Europeia) mostra a costa e os rios secos do vale do Atacama. A área azul à direita é o Salar de Surire, uma planície de sal que contém lagos com ninhos de flamingos. Lançada em 7 de maio de 2013, o Proba-V é um tem a missão de mapear a superfície e o crescimento da vegetação ao longo de todo o planeta a cada dois dias ESA/VITO
http://noticias.uol.com.br/ciencia/album/2013/02/06/fotos-mostram-a-terra-vista-do-espaco.htm?abrefoto=193

Belo Horizonte recebe 'bom dia' em postagem de estação espacial

O astronauta norte-americano Scott Kelly postou foto de parte Belo Horizonte (MG), e desejou “bom dia” aos mineiros na manhã desta quinta-feira (31). Na imagem, é possível ver também parte de Contagem, na Região Metropolitana.Esta não é a primeira referência do astronauta ao Brasil. No mês passado, ele citou a capital cearense, Fortaleza, em outra publicação.Kelly, que está em uma missão espacial desde março, publicou, por volta das 8h, no Twitter, a mensagem “#BomDia #BeloHorizonte! #GoodMorning from @space_station! #YearInSpace”.Kelly, em 22 de abril, fez um teste de geografia no Twitter, onde afirmou que publicaria semanalmente uma foto capturada da Estação Espacial Internacional para que seus seguidores pudessem identificar a localização dele.
O norte-americano está passando um ano na estação espacial com o cosmonauta russo Mikhail Kornienko para realizar uma pesquisa sobre como a mente e o corpo humanos aguentam longos períodos no espaço, antes de futuras missões mais longas a Marte nas próximas décadas.Kelly é membro de uma tripulação de seis pessoas na Estação Espacial Internacional (ISS), que dá a volta à Terra 16 vezes por dia. A plataforma orbital está a 320 quilômetros da Terra e se desloca a uma velocidade de 28.000 km/h.
Fonte da Matéria: g1.globo.com
Link da matéria Belo Horizonte recebe 'bom dia' em postagem de estação espacial
http://www.revistadigitaldenoticias.com.br/blog/belo-horizonte-recebe-bom-dia-em-postagem-de-estacao-espacial/
 - Atualizado em 31/07/2015 10h39

Possível meteoro é visto nos céus do RS, Uruguai e da Argentina; veja

Confira imagens do fenômeno que chamou a atenção nesta quinta

Objeto emitindo uma luz verde intensa chamou a atenção e virou destaque nas redes sociais
Foto: Reprodução  / Reprodução
Um grande clarão no céu foi visto por moradores do Rio Grande do Sul, da Argentina e do Uruguai na noite desta quinta-feira (30). Trata-se de uma esfera verde iluminada, com uma cauda avermelhada, em alta velocidade.
Conforme o professor de astronomia da UFRGS Eduardo Bica, o objeto tem todas as características de um bólido, um meteoro de maior massa e bastante luminosidade.
"Um bólido é uma pedra, um pequeno asteroide que tem mais massa, e ele entra na atmosfera, esquenta e se torna luminoso. E ele pode percorrer um estado inteiro. Dependendo do ângulo que entra, pode cair ou sair diante na atmosfera. Um bólido é como uma estrela cadente, só que mais brilhante", disse.
Há ainda a possibilidade de se tratar de lixo espacial. Imagens do fenômeno são compartilhadas no Twitter com a hashtag #cieloverde.




GAÚCHA
Comentários
http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/objeto-misterioso-emitindo-luz-verde-intriga-moradores-do-estado-143865.html

quinta-feira, 30 de julho de 2015

'Aurora polar' é achada fora do Sistema Solar pela 1ª vez

http://noticias.terra.com.br/ciencia/pesquisadores-identificam-aurora-polar-fora-do-sistema-solar-pela-1-vez,908f68b03b7272a78ab511766f73a548pq04RCRD.html
 Foto: BBCBrasil.com
Brilho luminoso se parece com o das auroras polares, mas é quase um milhão de vezes mais brilhante e tem a cor vermelha (e não verde) como predominante.
Foto: BBCBrasil.com

Caçadores matam cinco elefantes em Parque Nacional do Quênia

Segundo guardas do Parque Nacional Tsavo, os animais - uma mãe e quatro filhotes - foram encontrados sem as presas na manhã de terça-feira

AE
ElefantesMortosQuenia_div_483x303.jpg
 
No momento em que o mundo lamenta a morte de Cecil, o leão mais famoso do Zimbábue, por um dentista americano, outra notícia também devastadora de caça ilegal na África foi divulgada nesta quinta-feira, 30.
De acordo com autoridades do Quênia, na noite de segunda-feira caçadores mataram pelo menos cinco elefantes no Parque Nacional Tsavo. Os corpos dos animais - que seriam uma fêmea e seus quatro filhotes - foram encontrados na manhã de terça-feira pelos guardas do parque. Todos estavam sem suas presas.
Atualmente, os elefantes correm mais perigo na África do que os leões já que suas presas de marfim os tornam alvos preferenciais de caçadores. Na Ásia, compradores pagam mais de US$ 1000 por cerca de 500g do marfim extraído ilegalmente da presa dos elefantes. "É completamente devastador" afirmou Paul Gathitu, porta-voz do Serviço de Vida Selvagem do Quênia. "Fomos pegos completamente de surpresa."

Investigadores quenianos afirmaram que os caçadores entraram no parque pela fronteira do da vizinha Tanzânia, caçaram os elefantes e voltaram rapidamente para sua base, o que torna muito difícil sua identificação. O Parque Nacional Tsavo se estende pela fronteira do país por mais de 80 quilômetros.

Os guardas do parque afirmaram que ouviram o barulho de tiros na noite de segunda e fizeram buscas por toda a madrugada até encontrarem os corpos dos elefantes, na manhã de terça. De acordo com as autoridades, os caçadores fugiram utilizando motos.

Entre 2010 e 2012, mais de 100 mil elefantes africanos foram mortos por caçadores ilegais - um nível de destruição que coloca os animais à beira da extinção. Já no caso dos leões africanos, a maior ameaça à sua sobrevivência vem da destruição dos hábitats onde o animal costumava viver e não da caça propriamente dita.

Combate. O Quênia ampliou recentemente seus esforços para garantir a segurança da vida selvagem do país. No ano passado, 550 novos guardas começaram a trabalhar no Parque Nacional Tsavo. Além disso, muitos animais já são monitorados em tempo real com o uso de dispositivos GPS. "Aumentamos nossa inteligência e nossas operações. E temos tido sucesso", disse Gathitu. "Esse é um dos motivos pelos quais ficamos tão surpresos (com a morte dos elefantes).

Até o momento, duas pessoas foram presas sob suspeita de terem participado da caçada aos elefantes. Segundo as autoridades, machados e serrotes ensanguentados foram encontrados nas casas dos dois.

E não é só no Quênia que assassinatos em massa de elefantes estão acontecendo. Cerca de 30 animais foram mortos em menos de duas semanas, no começo deste ano, no Parque Nacional Garamba, no Congo. O mercado de compra e venda de artigos de caça ilegal movimenta anualmente entre US$ 7 e US$ 10 bilhões, segundo estimativas. "Vivemos uma crises de elefantes atualmente", disse recentemente Iain Douglas-Hamilton, fundador da ONG Save the Elephants (Salvem os elefantes, em tradução livre).

No fim de semana, durante sua visita ao Quênia, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou que aumentaria as restrições em território americano para reduzir o mercado ilegal de marfim. A nova lei deve proibir a venda de marfim de elefantes africanos em todos os Estados americano.

Recomendações para você

http://www.istoe.com.br/reportagens/429926_CACADORES+MATAM+CINCO+ELEFANTES+EM+PARQUE+NACIONAL+DO+QUENIA

NASA TV AO VIVO -- NO PROJETO CUE!!!

CHAT -- PROJETO CUE