Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

TRADUÇÃO

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Robô Curiosity da Nasa se prepara para subir montanha em Marte

Veículo subirá o Monte Sharp e irá perfurar rocha em duas semanas.
Explorador custou US$ 2,5 bilhões e chegou ao planeta vermelho em 2012.

Da France Presse
Foto divulgada pela NASA em 23 de junho mostra autorretrato do robô Curiosity em Marte (Foto: AP Photo/NASA, JPL-Caltech, MSSS, File)Foto divulgada pela NASA em 23 de junho mostra autorretrato do robô Curiosity em Marte (Foto: AP Photo/NASA, JPL-Caltech, MSSS, File)
O robô Curiosity da Nasa chegou à base do Monte Sharp e deve começar a explorá-lo em breve, informou nesta quinta-feira (11) a agência espacial americana.
A Nasa defendeu também o trabalho do veículo robótico, depois de um painel de revisão ter criticado a missão em julho, alegando que faltava foco à missão.
O explorador marciano, que custou à Nasa US$ 2,5 bilhões, pousou no planeta vermelho em agosto de 2012 com o objetivo de explorar o terreno e buscar vestígios que permitam averiguar se houve vida em Marte.
"Por fim, chegamos à fronteira distante que buscamos por tanto tempo", disse John Grotzinger, cientista do projeto Curiosity do Instituto Tecnológico da Califórnia.
O veículo está agora na base do Monte Sharp (também conhecido como Aeolis Mons) e vai começar a subi-lo nos próximos dias para perfurar a rocha cinza esverdeada nas próximas duas semanas, disse Grotzinger.
O robô seguirá por uma rota um pouco mais direta do que havia sido planejado originalmente, depois que quatro de suas seis rodas foram danificadas no ano passado pelas rochas da superfície marciana.
"Este dano acelerou o ritmo do desgaste muito antes do que a equipe havia planejado. Em resposta, a equipe modificou a rota para um terreno mais suave", disse a Nasa em um comunicado.
Em julho, um painel de revisão independente disse que o objetivo da missão de coletar oito amostras da superfície de Marte para realizar 13 análises no total era "uma pobre contribuição para a ciência em troca de um investimento tão grande em uma missão importante".
O painel também questionou se os objetivos do robô serão cumpridos e manifestou preocupação com o fato de os cientistas que lideram o projeto da Nasa não terem se apresentado pessoalmente para que fossem abordadas questões relativas à missão.
"Isto deixou o painel com a impressão de que a equipe sente que seus integrantes são grandes demais para cair", indicou o relatório elaborado pelo painel de revisão.
Green disse que houve mal-entendidos em relação ao horário e que a Nasa não tentou evitar que a equipe científica fosse entrevistada.
Green acrescentou que a agência espacial leva em consideração as observações do painel.
"Não filtramos comentários, não os editamos, não bloqueamos suas opiniões", disse. "Nós os solicitamos, absorvemos e atuamos em consequência disso".
tópicos:
  • Nasa
    • http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/09/robo-curiosity-da-nasa-se-prepara-para-subir-montanha-em-marte.html
http://noticias.uol.com.br/album/album-do-dia/2014/09/12/imagens-do-dia---12-de-setembro-de-2014.htm?abrefoto=36
Imagem 36/46: Uma ponte na altura do km 25 da rodovia Transamazônica, próximo à Campo Verde, no Pará, desabou após a passagem de um caminhão. O tráfego de veículos está interrompido no local desde quinta-feira (11), data que ocorreu o acidente. Com a barreira, é impossível seguir viagem no sentido Rurópolis, tampouco chegar a Miritituba Divulgação/ PRF
Imagem 135/135: 12.set.2014 - Filhote de capivara procura água no leito da lagoa Maravilha, em Serrana (a 313 km de São Paulo), na região de Ribeirão Preto, que secou devido à estiagem. O local sofre com a seca recorde e com a erosão provocada pela falta de mata ciliar MAIS Silva Junior/Folhapress
http://noticias.uol.com.br/album/2014/02/04/falta-de-chuvas-afeta-abastecimento-de-agua-em-sao-paulo.htm?abrefoto=135#fotoNav=135

Marte e Antares poderão ser vistos próximos a partir desta sexta

Do UOL, em São Paulo
Compartilhe20644
 Imprimir Comunicar erro
  • Reprodução/Stellarium
    No mês passado, um fenômeno raro alinhou a Lua e os planetas Marte e Saturno
    No mês passado, um fenômeno raro alinhou a Lua e os planetas Marte e Saturno
Nesta sexta-feira (12), Marte estará no meio do caminho entre Saturno e Antares, estrela vermelha da constelação de Escorpião. Por isso, quem olhar para o céu poderá comparar as matizes de vermelho dos dois astros a olho nu. Até o dia 27 de setembro, Marte e Antares aparecerão muito próximos, cerca de três graus de distância abaixo no céu sudeste, após o entardecer.
No mês passado, um fenômeno raro alinhou a Lua e os planetas Marte e Saturno. Eles formaram um triângulo em frente à constelação de Escorpião. No Brasil, o evento foi visto nas áreas sem céu encoberto, entre as 18h30 e as 23h (horário de Brasília). A conjunção permitiu ainda a observação de Antares, a chamada estrela vermelha
Além disso, você poderá observar uma grande pirâmide de luz que aparecerá uma ou duas horas antes do nascer do sol. A pirâmide, chamada de Luz Zodiacal, emana de Júpiter e é algumas vezes confundida com a Via Láctea, por vezes chamada de falso amanhecer. O fenômeno é mais bem visto a partir de meados de setembro até o início de outubro.
A Luz Zodiacal é o reflexo da luz solar sobre partículas de poeira cósmica, restos de colisões de cometas e asteroides do nosso sistema solar. Parte dessa poeira entra na atmosfera terrestre como meteoros esporádicos ou aleatórios.
A maioria das partículas de poeira que produzem a Luz Zodiacal funciona como uma lente em forma de cone, que se afina e se estende por todo o caminho para fora da órbita de Júpiter. Grande parte do material é localizada perto do plano do sistema solar, ou seja, no disco plano onde os planetas orbitam. 
http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2014/09/12/marte-e-antares-poderao-ser-vistos-proximos-a-olho-nu-a-partir-desta-sexta.htm

Depois da tempestade, a aurora

POR SALVADOR NOGUEIRA
12/09/14  15:53
Atenção para mais um boletim do clima espacial: a tempestade solar prevista para atingir a Terra hoje já está interagindo com o campo magnético terrestre e produzindo seu mais belo efeito — auroras.
Aurora registrada no sul dos EUA pelo astrofotógrafo Chris Schur
Aurora registrada na madrugada do dia 12 em Payson, Arizona, sudoeste dos EUA, pelo astrofotógrafo Chris Schur.
http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/2014/09/12/depois-da-tempestade-a-aurora/

Suposto monstro do lago Ness é fotografado por britânica

http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/suposto-monstro-do-lago-ness-e-fotografado-por-britanica,3b777aa4d8a68410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

NASA TV AO VIVO -- NO PROJETO CUE!!!

CHAT -- PROJETO CUE